A EERP
em números

Pesquisa »
EERP no mundo

  • Informações gerais
      Comissão de Relações Internacionais
    • Presidenta
      Profa. Dra. Edilaine Cristina da Silva Gherardi Donat
    • Apoio
      Juliana Gazzotti
    • Telefone
      55 16 3315-3393
    • E-mail
      crint@eerp.usp.br
As atividades de Cooperação Internacional objetivam aumentar a visibilidade internacional da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP-USP) e gerar resultados profícuos para a comunidade de docentes, discentes e funcionários.

A EERP, em consonância com a política de internacionalização da USP, estabeleceu, em 2009, sua Política de Atuação Internacional, reforçando as estratégias programáticas e organizacionais já existentes na Unidade e aquelas que podem ser implantadas para traduzir a política em ações.

Para apoio a essas atividades, a EERP conta com um serviço de cooperação internacional, instalado na Seção de Apoio Institucional, o qual é responsável pelo suporte técnico e operacional à Comissão de Relações Internacionais da Unidade, à Diretoria do Centro Colaborador da OMS para o desenvolvimento da pesquisa em Enfermagem e ao Capítulo RHO Upsilon da Sociedade Honorífica Sigma Theta Tau Internacional.

Nesta perspectiva, a Cooperação Internacional ampliou suas atividades, desempenhando importante função de auxílio a docentes e estudantes para fins de intercâmbio, estágio, participação em congressos, cursos de idiomas, convênios, organização de visitas internacionais, pedidos de financiamento, submissão de artigo para periódico internacional, traduções, entre outras.

Tendo em vista as diversas áreas das relações Internacionais desenvolvidas a partir do papel da EERP no cenário internacional, destacamos: Angola, parceria com o governo desde o final da década de 80, para formação de Enfermeiros e, posteriormente com a Universidade Agostinho Neto/Instituto Superior de Ciências da Saúde (Angola), para intercâmbio de estudantes, docentes e assessoria para instalação de curso de pós-graduação; Chile, Universidade de Concepción, parceria iniciada em 1994, para titulação de 4 docentes dessa Universidade em cursos de doutorado da EERP e posterior assessoria para a instalação de curso de doutorado em enfermagem na Universidad de Concepción, em 2003. Em 2009, foi iniciado novo acordo, em vigência, para mobilidade de membros dos corpos docente e discente; México, Universidade de Guanajuato, parceria iniciada em 2001, com uma articulação com outras escolas e faculdades de enfermagem mexicanas para formação de doutores em enfermagem por meio dos Programas de Pós-Graduação da EERP. A parceria prossegue com colaboração de docentes da EERP no curso de doutorado em enfermagem coordenado pela Universidade de Guanajuato, Campus de Celaya/Salvatierra; Canadá, Universidade de Alberta, com ênfase aos intercâmbios para realização de pós-doutoramento; Portugal, Escola Superior de Enfermagem de Coimbra e Universidade de Nova Lisboa, para intercâmbio de docentes e estudantes, Estados Unidos, Universidade do Alabama, em Birmingham e Universidade de Michigan, com foco em pesquisa; Espanha, Universitad Rovira i Virgili, para pesquisa; Inglaterra, Universidade de Surrey, para intercâmbio e pesquisa, entre outros. Somem-se, ainda, parcerias entre grupos de pesquisa específicos e a inserção de docentes da EERP em redes interancionais.

Os Programas de Mobilidade têm favorecido a vinda de alunos de graduação de países como Colômbia, Canadá, Portugal, Angola e Guiné-Bissau. Vários alunos de graduação e pós-graduação da EERP também realizaram intercâmbio de graduação, pós-graduação e estágios no exterior em Universidades canadenses, norte-americanas, latino-americanas, inglesas, portuguesas e espanholas.

Em suma, a Cooperação Internacional viabiliza as políticas de internacionalização estabelecidas pela Universidade de São Paulo e pela EERP, contribui para a inserção em Redes e pesquisas multicêntricas, e propagação do ambiente internacional na Unidade. Para isso, o corpo docente e discente deve ter habilidade de trabalhar em equipe, adaptar-se a ambientes multiculturais, ter domínio de um segundo idioma, capacidade de interagir e continuar aprendendo, tendo em vista uma perspectiva global. A Cooperação Internacional, por meio da prática das relações internacionais, busca implementar as estratégias para o desenvolvimento da internacionalização na EERP e alcance da excelência universitária, e cultivar um ambiente em que o estudante aprende a pensar globalmente sem perder a responsabilidade local.

EERP e suas parcerias internacionais



Voltar ao topo

Desenvolvido por